sábado, 22 de maio de 2010

RENOVO-ME


Escrevo para não esquecer...
A brisa secando meu rosto
enquanto estou estática
observando o amanhecer.
Cada fremir de vento em flores,
borboletas e amores sem fim.
Ah, quero-quero, querubim...
quero mesmo, quero as cores
de um arco-íris só para mim.
E pintar-me com cores de saudades,
das flores que ganhei,
borboletas que avistei
e amores que já tive.
E então mantenho a memória.
De um passado bondoso,
que não foi embora.
Escrevo para não adoecer...
do lamento que se vai,
para nascer o regozijo;
do escuro que se volve claridade.
A cada sentir, um espasmo...
Pois da natureza?
Ah, quero todo seu abraço,
para findar-me no começo de um novo dia,
do novo tempo, do mais belo acaso...

Marcela Barreto
Camila Martins

79 comentários:

  1. Belíssimo o seu poema, bem escrito e sensível.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oie ^^

    Acho que a nossa memoria, ela reflete tb aquilo que sentimos na epoca, não somente aquilo que aconteceu, a saudade nada mais é do que "relembrar sentimentalmente" algo bom.

    :) a natureza é generosa e nos reserva um dia, todo dia, com chances das saudades se renovarem.

    :) belo poema meninas, parabens.

    Niemi.

    ResponderExcluir
  3. "Escrevo para não adoecer" Que belo verso, aliás, todo o seu poema é belíssimo. Adoro a forma como você brinca com as palavras, o jogo de sons "Ah quero-quero, querubim", criando uma musicalidade encantadora.

    Parabéns! Estou seguindo.

    http://alma-feminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Esqueci de dizer que adoro o template do seu blog. Essa imagem transmite uma certa tranquilidade misturada com nostalgia de algo que ainda não conheço. Também gosto da frase, concordo que o que existe é falta de luz.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Belo texto ...

    Dah uma passada no meu blog!

    http://artculando.wordpress.com

    =)

    ResponderExcluir
  6. Como sempre, você me encanta...

    Até parece coisa de quem não lê, mas você realmente me deixa sem palavras.

    A maneira como você flui pelas palavras é linda.

    "Ah, quero - quero, querubim
    quero mesmo, quero as cores...
    de um arco - íris só pra mim."

    Essa parte me deu uma paz :)

    ResponderExcluir
  7. muito bommm, seguindo aki ^^

    segue agente la tbm: http://www.osbotequeiros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Bela poesia!! acho que vc jah leu muito isso.. ^^ , + sério , tu tens talento e q bom q nós podemos prestigia-lo.
    abç e sucesso

    http://republicaah.blogspot.com .. caso keira visitar o meu ^^

    ResponderExcluir
  9. amei o poema!
    estou te seguindo me segue tb meu bem? *o*

    ResponderExcluir
  10. Profundo. seu lindo poema, tem uma característica excelente, de iniciar algumas ideias, mas não concluí-las.. Isso permite uma margem para que o leitor a adeque à sua visão de mundo...
    Eu arriscaria dizer que um momento de reflexão nostágilco propiciou a criação dos versos...

    ResponderExcluir
  11. oi marcela tudo bom?
    fiquei muito feliz pela sua visita e suas palavras no comentario.
    adorei seu blog e estou te seguindo ! rs
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Mais um texto lindo ! to te seguindooo marcela! parabéns :)
    www.thematerialgirlss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Gostei do poema, acho que nos dedicamos então a essa arte de escrever por muitos motivos semelhantes, que você explicitou nesses versos tão belos e sensiveis, dos quais, me identifiquei.

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Bonzinho. Tm bela escrita, mas por estar muito Romântico não faz muito meu estilo.

    ResponderExcluir
  15. muito bom! adoro poema, e esse está exelente!!
    gostei do blog

    ResponderExcluir
  16. nossa ficou muito bonito mesmo, e gostei da intnsidade que me passou!

    ResponderExcluir
  17. Marcela
    Muito bom de ler o teu poema e da Camila...muito bem escrito e cheio de sentido; bela metalinguagem que expressa a necessidade de escrita de vocês...
    Acabei lendo os outros poemas da página e quero te parabenizar pela sensibilidade e dom da escrita.
    Espero que vocês continuem a querer o "pintar - me com cores de saudades,
    das flores que ganhei,
    borboletas que avistei
    e amores que tive" e o escrever.
    Agradeço pelo comentário de minha postagem também, fiquei bastante feliz com ele.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Muito bom o texto. Foi vc mesma quem escreveu?
    Escrever nos faz muito bem, tanto nos momentos trsites como nos felizes. As vezes serve pra nos relembrar um momento que jamais vai voltar...como as fotos.

    ResponderExcluir
  19. amei mesmo esse texto, muito bom

    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  20. Gostei bastante do seu espaço... Passarei mais vezes por aqui... ;D

    ResponderExcluir
  21. Lindo o seu blog

    Parabéns...Beijos

    ResponderExcluir
  22. Obrigado pelo seu elogio.
    Belíssimo poema. O interessante que escrevemos quando estamos passando por uma fase reflexiva da vida, quando estamos melhor, a inspiração passa.

    ResponderExcluir
  23. escrevo pra viver! :p

    gostei do texto ;*

    ResponderExcluir
  24. E quando não há mais saída, escrevemos nossa fúnebre e imediata tristeza.

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. Oi Marcela, obrigada por me visitar, adorei. Seu poema é lindo demais... aliás, seus inscritos são lindos.

    Espero que volte sempre. Vou te seguir
    beijos

    ResponderExcluir
  26. ola, como vc esta? tudo bem? espero que sim, muito obrigado pelo seu comentário tão interessante, seu poema também é muito bonito e gostei de vir aqui visita-la, claro que podemos trocar figurinhas, será um prazer para mim... me adiciona no seu msn se puder, bjs e tudo de bom
    dricovilla@hotmail.com

    ResponderExcluir
  27. tive um dejavu imenso ao ler seu post, como se ja tivesse comentado aqui, inclusive! poemas bons sempre me despertam as mais variadas sensações, mas essa foi nova pra mim hauahsuahsu

    enfim, acho lindo o jeito como vc brinca com as cores, adoro montá-las em meus textos simbolistas tbm... já comentei no seu blog uma vez, no texto do cinza, onde eu sempre avaliei de um jeito pessimista pela indefinição, mas vc mudou daquele post pra esse, do cinza partiu pro arco iris!!! rsrs

    gostei, demais :*

    http://songsweetsong.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Simplesmente lindíssimo. Você usa palavras bem incomuns, talvez comuns em livros do séc XX (que por sinal adoro). Você os lê muito, pois não?
    Parabéns, mais uma vez seu blog me surpreendeu. Parabens pelo dom e pelo blog.

    http://tacadesabedoria.blogspot.com/
    Se quiser ler algo...

    ResponderExcluir
  29. nossa uma mistura de lembranças com sensações, bem é o que deu pra entender da minha humilde razão.
    adorei o texto muito belo e sentimental^_

    xau

    ResponderExcluir
  30. nossa, essa mistura que você fez, tornou simplisente lindo O:

    http://babyjustalittlesecret.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Ei minha amiga sumida td bem? mais um lindo texto q mostra td o seu talento como um poetisa nào é mesmo1 e por td isso e mt mais q selecionei o seu blog como um dos meus favoritos pra receber mais um selinho,confira em: www.cinemeirosnews.blogspot.com e o www.blog-do-pena.blogspot.com tbém está atualizado ok.
    Abração e td de bom

    ResponderExcluir
  32. Um lindo poema!

    Gostei da forma como fluiu, algo natural.
    Belas criações, e eu agradeço, pois acabou de ser uma ótima leitura para eu começar bem meu dia!

    Robinho Bravo

    ResponderExcluir
  33. SEU BLOG É LINDO, DE VERDADE, ESTOU SEGUINDO VOCÊ...PARABENS

    ResponderExcluir
  34. Belo poema. Gosto do ritmo, bastante suave, dá uma certa ideia de nostalgia...

    ResponderExcluir
  35. Poema sensível e bem escrito... leve como a brisa a secar teu rosto... valeu!

    ResponderExcluir
  36. Muito bonito, gostei da parte que menciona "pintar-me com as cores das saudades". Me faz recordar de tantas coisas, blog lindo e leve.

    Pato em Foco, um photoblog completo.
    http://patoemfoco.org
    Confira-

    ResponderExcluir
  37. Você escreve muito bem moça! Suas linhas são belíssimas e seu talento lírico é inspirador. Combinando com a beleza de suas palavras, o design do seu blog também é lindo. Parabéns e continue escrevendo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Muito lindo o poema, de verdade. Que ótimo conhecer mais uma pessoa que é capaz de transmitir coisas tão boas com as palavras! Pelo que eu li da sua descrição, o jeito do blog combina mesmo com você :]
    Vou te seguir, esses textos eu não perco por nada :D

    Se quiser, passa no meu!
    www.exclusivometropolitano.blogspot.com
    Beijo.

    ResponderExcluir
  39. Olá amiga, mais uma vez vc está aqui a nos presentear com belas mensagens e poesias!!
    ...e viva a natureza

    ResponderExcluir
  40. Lindo poema, fiquei realmente emocionado, acho até que dos poemas seus que já li esse é um dos mais belos, está junto a outros igualmente bons na categoria THE BEST. Realmente escrever nos renova, nos transforma, nos faz transcender, principalmente quando isso consegue atingir as pessoas, e esse poema me renovou.

    Muito obrigado pelas palavras de carinho em meu blog e pelas visitas constantes, fico lisonjeado. Também estou sempre por aqui!

    Abraço,
    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. ''Escrevo para não adoecer...
    do lamento que se vai,''
    Lindos versos, parabéns!

    ResponderExcluir
  42. Escrevo para não adoecer. Escrevo para não esquecer. Escrevo para simplesmente deixar minhas emoções contidas fluírem para algum lugar. E, escrevo, também para deixar as emoções contidas nas outras pessoas, também fluírem.

    Seu poema traduz o motivo pelo qual escrevo.
    Estou seguindo. Muito bom.

    ResponderExcluir
  43. 'quero quero quero ser sim essa ave frágil que avoa no certão" não sei de quem é mais me encanta e teu poema me lembrou de imediato

    amei aqui
    voltarei mais vezes

    te seguindo

    ResponderExcluir
  44. Gostei do texto apesar de leve é profundo também...
    No começo é saudosista, mas no fim a gente rpercebe a essência do recomeço, mto bacana!

    ps:Retribuindo a visitinha...qto a fadigas em estabelecer relações, tb to no msm barco!rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  45. Impressionado do inicio ao fim.
    Começando pelo nome do blog que me atraiu, passando pelo designer e por fim ao post, bem escrito, q deixa o leitor renovado ao ler meia duzias de palavras bem distribuidas e pensadas.

    Parabéns

    http://vilaodeumromance.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  46. muito bom o texto e muito bom o blog em si
    eu gostei...to te seguindo ^^

    ResponderExcluir
  47. O texto é muito bom, bem escrito e lindo tbm..
    parabéns... gostei do seu blog

    ResponderExcluir
  48. Também esqueço para não esquecer. Não esquecer o filme, a música, a viagem, o momento que merece uma crônica, um conto, um romance. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  49. vc escreve para estar viva! bel otexto

    tbm gostei muito do seu blog, irei linka-lo e claro, podemos trocar ideias sim, viu? adorei seu comentario e obrigada pela força

    bjo

    http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

    ResponderExcluir
  50. Olá amiga, passando só pra avisar q hoje sou eu que lhe passo um selinho! confira mais detalhes em: www.blog-do-pena.blogspot.com
    Parabéns pelo blog e continue a sempre nos impressionar com a qualidade ok

    ResponderExcluir
  51. A parte mais sensível é " a brisa secando meu rosto." É sensorial. Chega amchucar.

    Parabens belo poema

    ResponderExcluir
  52. As palavras de seus poema reflete uma perfeita ordem psicológica.
    parabéns pelo conteúdo do seu blog.
    Voltarei com certeza.

    ResponderExcluir
  53. Respondendo a pergunta feita em meu blog;
    É, nada mais nada menos do que um post de apresentação. O espetáculo ao qual me refiro são as próximas postagens. Todas nesse mesmo estilo. Espero que tenha gostado e que acompanhe. Abraços ;]

    ResponderExcluir
  54. bonito o blog, voce tornou as palavras mais leves.

    ResponderExcluir
  55. Que belo verso, lindas palavras. Cada palavra passou o sentimento de renovação, lindo, muito bom. Parabéns
    Visite o blog: www.blog.maisestudo.com.br
    Abs
    MaisEstudo

    ResponderExcluir
  56. Oi Marcela, lindo poema, adorei!
    Abraço!!

    ResponderExcluir
  57. muito lindo o seu blog, amei mesmo.. to te seguindo me segue taambém ta ?? beeijus http://fersilverio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  58. Achei teu blog na comunidade do orkut lá. E nossa, fiquei impressionada, mas pela coincidência de que esse seu poema se reflete no que eu venho passando por um aspecto, identificação instantânea. Blog é lindo, e o conteúdo melhor ainda. Com certeza, vou visitar sempre, e indicar.

    ResponderExcluir
  59. ótimo blog, vc tem um ótimo poder de refletimento!

    visita o bol aí: www.blogdonelso.blogspot.com e comenta ou segue que vc preferir!

    ResponderExcluir
  60. Dica aceita, mas... O que você sugere que eu faça pra melhorar?

    ResponderExcluir
  61. Lindo seu texto vc escreve com sentimentos
    adorei
    parabéns
    bjuuu

    ResponderExcluir
  62. dahora o seu blog '-'
    e a mídia é uma bosta!

    ResponderExcluir
  63. Meu, é lindo!
    vc fala com uma delicade espetacular!
    pARABÉNS!

    ResponderExcluir
  64. adorei o post... ah... o teu blog eh lindo (esteticamente falando).
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  65. Você será muito bem vinda, sempre.
    fico feliz que tenha gostado do texto.
    Volte sempre!
    http://superslainte.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  66. Escreve pois tem nalama o próprio espírito ambíguo e vital de poeta!
    ;D

    ResponderExcluir
  67. Belo texto *-*

    Se quizer, da uma passadinha la:

    www.autospaposk.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  68. A beleza do poema está, justamente, nesse frame da memória que se eterniza nas palavras. Abraço

    ResponderExcluir
  69. lindo o texto, adoreeei! Vc escreve muito bem
    *seguindo o blog

    http://colorfulshit.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  70. Flor. muito bom o que voce escreve (*
    adorei.
    beijo

    ResponderExcluir
  71. Nossa, vc escreve mt bem mesmo! Sem falar que o que o poema fala simplesmente caiu como luva em mim! adadhuahduia, adorei!
    [seguindo]

    ResponderExcluir
  72. Olá Marcela, gostei bastante deste, tem musicalidade ("quero-quero querubim / quero mesmo, quero as cores...), tem polissemia, tem conteúdo. Procure trabalhar mais isso em teus poemas, eles enriquecem o sugestionamento, o ritmo, a melodia do poema. E continua a escrever, isso é vida!
    Beijos,
    Sergio Marcos.

    ResponderExcluir
  73. É, não foi à toa que me indicou esse!de uma sensibilidade sem tamanho.Imagino que tenha levado certo tempo pois, passa uma idéia de vida.
    Já sei onde ir, quando quiser leitura boa! rs
    beijos e parabéns.

    ResponderExcluir

• Viva aos comentários reflexivos!